Páginas

pesquisa

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Diretas já.

Dizem por ai que só escrevemos quando estamos tristes... de fato confirmo por experiência própria.
seria um consolo, palavras próprias de quem está sofrendo no momento obviamente seria o melhor consolo para ela mesma.
nos esforçamos tanto que aos poucos largamos ou mesmo deixamos de ser nós mesmos. será o fim de uma fase, ou o fim do que somos de fato para nos reconstruirmos novamente?
eu me pergunto tal como vc ao insinuar que amava as antigas características que cabiam a mim, onde foi parar toda minha determinação, minha decisão e meu amor pela vida? vc conseguiu acabar com isso, me adaptando ou me fazendo cobrar demais de mim mesma a esse ponto e se ve hoje no direito de querer tudo de volta!
de fato valorizamos o que amamos após a perda, mas e entao o que resta após o valor se perder junto com o artefato amado?
Dói imaginar que alguem nos ve sem valores familiares ainda mais quando se trata de uma mulher, dirá ouvir isso do próprio companheiro. seria inadmicível caso ainda existisse força aqui. é algo que eu jamais aceitaria, porém.. as circunstancias e o medo impõe a situação como uma coroa de espinhos na qual nos se vemos como a mais bela das mulheres, porem a mais amarga e infeliz delas.
Dói tanto quanto nao ter valor intelectual suficiente. ouvir: após toda a minha formação vc quer mesmo discutir?
apesar de ser tranquila quanto minha intelectualidade, chega a enojar alguns argumentos e algumas falas.. de que sabe grau de escolaridade sobre problemas diários e problemas enfrentados por casais? acaso haveria alguma fórmula ou tese de como deve-se resolver tais problemas, ou o que causa o que? pense que, se assim fosse, todos os problemas de relações ja solucionados seriam, nao haveria prisão; torturas; mortes ou nada do tipo.
a vontade de manter-se apaixonado nunca morre, porém a paixão se esvai, escorre por qualquer canto em que nos desligamos. o carinho e o amor restam. mas o que seria esse resto se nao resto?
se nao há vontade de apaixonar-se ou agradar àquele que conviverá com vc segundo juramentos o resto da vida, o que sobraria pra esse casal futuramente? consegue imaginar? se não, aqui vamos nós...
ao café da manhã, o que provavelmente nao será como o planejado,almejamos sentar à mesa todos os dias, após fazer amor ainda antes de se levantar e tomar banho; durante o café, uma prévia de como seria dia para cada um seria discutida e compartilhada pelo casal, mas os horarios infelizmente nao vao coincidir todos os dias.. ou seja, mais um desencontro.
passado o período da manhã, ao ingressarmos pela tarde à fora, nem todos os almoços seriam feitos pela mulher dentro de casa como manda o antigo figurino. ela vai estar no trabalho, e ele também. a companhia de ambos para ambos fora perdida tanto pela manhã quando no horario de almoço. o telefone vai tocar, vezes dele, vezes dela, e alguns dias nenhum. perguntas do dia-a-dia vao ocupar todo o tempo ao telefone:- estendeu a roupa que deixei na máquina colocou a roupa na máquina? deu comida pro cachorro da ultima vez a qual hora? finalmente a ligação se encerra e vem mais um turno incansável de trabalho com colegas super cordiais para ela, e colegas interessantes para ele. chega a noite... hora de chegar em casa , tomar um banho voando e voltar pro trabalho ou estudar... quando nao se encontram nesse horario, mais uma vez o telefone toca... dessa vez nao é com tanto entusiasmo, ambos estao cansados e desejam menos tarefas em casa pois ja basta as do trabalho. o assunto dessa vez foi: nao é porque sou mulher que devo ser empregada, custava estender as roupas? e ai surge toda um discussão que mais tarde seria resolvida ao chegarem mortos em casa... como ao chegar as coisas continuam da mesma forma, a mulher como responsavel pela casa se desdobrará para arrumar o necessário, para enfim tomar um longo e demorado banho e deitar.. ao deitar o homem que ainda está o começo do casamento, tenta ser mais compreensível do que no seu estado normal de acomodamento no relacionamento. assim, ele acaricia, beija, lhe traz um cigarro e uma taça de vinho esperando boa reação da outra parte, e ele consegue, consegue beijos, carinhos, faz amor, fecha os olhos e dorme pra no dia seguinte recomeçar. quanto a ela, após se sentir usada, vira-se e tentar dormir.. enquanto isso todo o filme das expectativas provocadas nela por ele roda milhoes e milhoes de vezes por sua cabeça e se materializam por forma de uma lagrima, essa rolará pelo seu rosto que um dia foi visto por ele tantas vezes e acariciado. aos finais de semana oq ue seria um tempo ótimo para enfim namorar serão ocupados de outra forma...
no sabado de manhã, casa ambos nao trabalhem, é dia de lavar o carro, dar banho no cachorro e arrumar a casa. o almoço fica pronto por la mesmo, caso ele queira ver a mãe, ela cansada da semana inteira prefere ficar, almoçar e dormir um pouco. sabado anoite é dia de fazer sala.. alguma festa, aniversários ou receber visita será mais um impecílio para o carinho do casal acabar ainda mais... domingo é dia de acordar ttarde.. ela vai querer rever a família, ele nao aceitando tao bem, prefere ficar em casa.. faz algum esporte com os amigos, e vai direto pra casa da mae almoçar, fica por la, e quando ela chega ele ainda no chegou. entao é hora de estudar e caso leve trabalho para casa trabalhar. chega anoite e a segunda está braba... entao: quando ele chega traz mais uma taça de vinho, um cigarro, a sobremesa que a mae dele preparara em um embrulho e diz que se lembrou de voce, mais uma vez a rotina se repete...
penso que nos intervamos desse casal, nao vai haver nenhum sms, nem um recado deixado no meio das roupas, dirá planos mirabolantes de jantares romanticos.
claro, dirão: mas é preciso que seja assim, ninguem deixa de trabalhar e estudar pra fazer surpresa alguma. mas cá pra nós, existem milhoes de outras formas de conquistar sua mulher a cada dia. nem que seja ao acordar pela manhã e elogiá-la.. mas tem ume norme detalhe meu caro... se um dia ela chegar a cobrá-lo... dê-se por fracassado mesmo antes de tentar.. pelo menos comigo, as tudo se tornaria mais dificil principalmente por odiar cobranças, odeio cobrar. depois de alguns anos o casamento chega o fim... e mais uma vez seria provada a terioria dele: ''eu sei que nao ai dar certo, mas ja que cheguei aqui, vou prosseguir.''

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Ternura Antiga

Alcione

Ai, a rua escura, o vento frio
Essa saudade, esse vazio
Essa vontade de chorar.
Ai, tua distância tão amiga
Essa ternura tão antiga
E o desencanto de esperar.
Sim, eu não te amo porque quero.
Ah, se eu pudesse esqueceria.
Vivo, e vivo só porque te espero.
Ai, esta amargura, esta agonia.
O meu amor tem um jeito manso que é só seu...

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Ilegais - Vanessa da Mata


Desse jeito vão saber de nós dois
Dessa nossa vida
E será uma maldade veloz
Malignas línguas
Nossos corpos não conseguem ter paz
Em uma distância
Nossos olhos são dengosos demais
Que não se consolam, clamam fugazes
Olhos que se entregam
Ilegais
Eu só sei que eu quero você
Pertinho de mim
Eu quero você
Dentro de mim
Eu quero você
Em cima de mim
Eu quero você
Desse jeito vão saber de nós dois
Dessa nossa farra
E será uma maldade voraz
Pura hipocrisia
Nossos corpos não conseguem ter paz
Em uma distância
Nossos olhos são dengosos demais
Que não se consolam, clamam fugazes
Olhos que se entregam
Olhos ilegais
Eu só sei que eu quero você
Pertinho de mim
Eu quero você
Dentro de mim
Eu quero você
Em cima de mim
Eu quero você

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir
Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir
Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir
Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu
Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu
Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios inda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair
Não, acho que estás te fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Ternura antiga


Ai, a rua escura, o vento frio
Essa saudade, esse vazio
Essa vontade de chorar.
Ai, tua distância tão amiga
Essa ternura tão antiga
E o desencanto de esperar.
Sim, eu não te amo porque quero.
Ah, se eu pudesse esqueceria.
Vivo, e vivo só porque te espero.
Ai, esta amargura, esta agonia.
O meu amor tem um jeito manso que é só seu...

ele


Esse Cara

Caetano Veloso

Ah! Que esse cara tem me consumido
A mim e a tudo que eu quis
Com seus olhinhos infantis
Como os olhos de um bandido
Ele está na minha vida porque quer
Eu estou pra o que der e vier
Ele chega ao anoitecer
Quando vem a madrugada ele some
Ele é quem quer
Ele é o homem
Eu sou apenas uma mulher

quarta-feira, 6 de março de 2013


Sentir-se amado

O cara diz que te ama, então tá. Ele te ama.

Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado.

Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas. Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de milhas, um espaço enorme para a angústia instalar-se.

A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e verbalização, apesar de não sonharmos com outra coisa: se o cara beija, transa e diz que me ama, tenha a santa paciência, vou querer que ele faça pacto de sangue também?

Pactos. Acho que é isso. Não de sangue nem de nada que se possa ver e tocar. É um pacto silencioso que tem a força de manter as coisas enraizadas, um pacto de eternidade, mesmo que o destino um dia venha a dividir o caminho dos dois.

Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você, caso você esteja delirando. "Não seja tão severa consigo mesma, relaxe um pouco. Vou te trazer um cálice de vinho".

Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d´água. "Lembra que quando eu passei por isso você disse que eu estava dramatizando? Então, chegou sua vez de simplificar as coisas. Vem aqui, tira este sapato."

Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta. 

Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.
Martha Medeiros

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Vermelho Amargo


O medo de permanecer desamado fazia de mim o mais inquieto dos enredos. Para abrandar a minha impaciência, sujeitava-me aos caprichos de muitos. Exercia a arte de me supor capaz de adivinhar os desejos de todos que me cercavam
Bartolomeu Campos de Queirós

e aquela imagem vermelha não me sai da cabeça!

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

O primo basílio

''Que outros desejem fortuna, a glória as honras, eu desejo-te a ti! Só a ti, porque tu és o único laço que me prende à vida, e se amanhã perdesse o teu amor, juro-te que punha um termo, com uma boa bala,  a esta existência  inútil!''

Eça de Queirós

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

vem


Você Já me Esqueceu

Fernanda Takai

Vem,
Você bem sabe que aqui é o seu lugar
E, sem você, consigo apenas compreender
Que sua ausência faz a noite se alongar
Vem,
Há tanta coisa que eu preciso lhe dizer
Quando o desejo que me queima se acalmar
Preciso de você para viver
É noite, amor
E o frio entrou no quarto que foi seu e meu
Pela janela aberta onde eu me debrucei
Na espera inútil e você não apareceu
Você já me esqueceu
E eu não vejo um jeito de fazer você lembrar
De tantas vezes que eu ouvi você dizer
Que eu era tudo pra você
Você já me esqueceu
E a madrugada fria agora vem dizer
Que eu já não passo de nada pra você
Você já me esqueceu
Você já me esqueceu
Você já me esqueceu

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Homem, predador de si mesmo

           Em pleno sec. XXI, nos deparamos com tal situação:  o considerado pulmão mundial, a floresta amazônica,  vem a cada dia que passa perdendo espaço não só como massa, mas também na consciência de cada ser humano que se beneficia a suas custas. Egoísta,  capitalista e manipulador, o homem faz com que o tempo de vida na terra esteja contado.
            Não conseguiríamos controlar tal ação completamente, entretanto, existem projetos voluntários que permitem acesso a todo e qualquer um fazer a sua parte. Sendo assim, se todos fiscalizassem o desmatamento diário que acontece debaixo de nossos olhos, promovendo a conscientização geral do meio em que vivem desde escolas primarias, alcançaríamos nosso objetivo da não exploração desenfreada de nossas florestas e em especial a Floresta Amazônica.
              Projetos intenaltas como 'Salve Amazônia , palestras, conscientizações, etc., nunca serão exageros ao tratar de tal exploração.
               Precisando de matéria prima,  ele considerado ate então o único ser racional, perde toda sua racionalidade visando apenas lucro e nem sempre seu próprio lucro, o que é pior, se submetendo a estragar e ou destruir aquilo que o pertence em prol de empresas capitalistas que não dão a minima importância a ele mesmo.                                 Ignorando todas as possibilidades de investimento a longo prazo para o bem geral, como plantar pra colher, o desmatador tem visado apenas o  barato, comodo e fácil,  destruindo nossa riqueza natural e irrelevando o fato de estar se auto destruindo, ao acabar com aquilo que pertenceria a parte deles, ou seja, seus descendentes.
                  Racionalidade não pode ser fragmentada! Se tao bons somos para solucionar aquilo que nos satisfaz,  em menor preço, com absoluta certeza somos capazes de solucionar os problemas que temos enfrentado. Acordar... despertar... evoluir... isso é o que espero para o ser humano de hoje. Como diria Elisa Lucinda em seu texto ''Só de sacanagem'': ''Sei que não da pra mudar o começo mas se a gente quiser,  vai dar pra mudar o final!''

Pra Você Dar o Nome



Deixa pra lá
Que de nada adianta esse papo de agora não dá
Que eu te quero é agora e não posso e nem vou te esperar
Que esse lance de um tempo nunca funcionou pra nós dois
Sempre que der
Mande um sinal de vida de onde estiver dessa vez
Qualquer coisa que faça eu pensar que você está bem
Ou deitada nos braços de um outro qualquer que é melhor
Do que sofrer
De saudade de mim como eu to de você, pode crer
Que essa dor eu não quero pra ninguém no mundo
Imagina só pra você
Quero é te ver
Dando volta no mundo indo atrás de você, sabe o quê
E rezando pra um dia você se encontrar e perceber
Que o que falta em você sou eu

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

vem


Vem

5 à Seco

De onde vem tanto amor se você não vem
nada além dessa dor,
vai além do que sou,
meu calor é pra mais ninguém,
veja bem não convém ser assim,
como quem vive a vida sem se entregar
que dia após dia segue sem notar
e chega a ser pecado não ver
que existe a essência do que é viver
e passa tanto tempo sem se encontrar
por não olhar vestígios do que é amar
não sabe nessa vida o que eu sei
o bom é ser feliz ao lado de alguém.
vem, vem, vem...



FREELY - Devendra Banhart


Livremente

Não se trata de um coração que você encontra
Trata-se do eu interior
É sobre o amor que você esconde
Ele está aguardando para ser solto

Não se trata de perder a cabeça
Mas se for para acontecer, tudo bem
Mas só existe uma maneira de brilhar
E é chamada tentar viver

Livremente, livremente meu coração
Livremente, livremente meu coração
Eu gostaria de viver dessa maneira
Eu gostaria de viver dessa maneira

E minha mãe pode não entender
Porque eu estou do jeito que estou
Mas eu amo e eu quero deixa-la entrar (você a ama?)
Apresente a um amigo

E agora temos que tirar um tempo
Conhecer toda nossa vida
E eu te ligo para recordar
Que nada realmente é meu
Exceto

Liberdade, liberdade em meu coração
Liberdade, liberdade em meu coração
Eu gostaria de viver dessa maneira
Oh, eu quero ficar, ficar dessa maneira

Você nunca viu nada tão gentil
Como o vento a soprar
Eu nunca vi nada tão sensato
Como o nascer do sol que brilha

Livremente, livremente em meu coração
Livremente, livremente em meu coração
Eu gostaria de viver dessa maneira
Oh, eu quero viver dessa maneira

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Feliz pra cachoro


Pensa num cara que anda feliz
Pra cachorro
Mas pensa assim num cachorro
Pra lá de feliz
Desde que te vi, que o chão não
Tem fundo, que o céu não tem forro
Cantarolo e morro de rir
Todo feliz como um gol numa
Copa do mundo
No fim do segundo tempo da
Prorrogação
Desde que te v,i é farra pra tudo
Tem funk no morro do fundo do
Meu coração
Tão raro de se ver, param pra dizer
Para eu ser feliz para lá
Peraí, o que é que há?
Quero ver quem vai me impedir
De sorrir do Pari até o Pará
Pensa num cara que anda
Contente pra burro
Mas pensa um burro contente que
Nem um sagui
Desde que te vi, parei de dar
Murros em ponta de faca
Deu caca, eu dou urros de rir
Todo contente que nem são os
Gols de chaleira
A zaga inteira batida e o goleiro
No chão
Desde que te vi, não tenho enjoeira,
Nem segunda-feira ou canseira no
Meu coração

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Para Viver Um Grande Amor


Para Viver Um Grande Amor
Vinicius de Moraes

Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e muito siso, muita seriedade e pouco riso — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, mister é ser um homem de uma só mulher; pois ser de muitas, poxa! é de colher... — não tem nenhum valor.

Para viver um grande amor, primeiro é preciso sagrar-se cavalheiro e ser de sua dama por inteiro — seja lá como for. Há que fazer do corpo uma morada onde clausure-se a mulher amada e postar-se de fora com uma espada — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor, vos digo, é preciso atenção como o "velho amigo", que porque é só vos quer sempre consigo para iludir o grande amor. É preciso muitíssimo cuidado com quem quer que não esteja apaixonado, pois quem não está, está sempre preparado pra chatear o grande amor.

Para viver um amor, na realidade, há que compenetrar-se da verdade de que não existe amor sem fidelidade — para viver um grande amor. Pois quem trai seu amor por vanidade é um desconhecedor da liberdade, dessa imensa, indizível liberdade que traz um só amor.

Para viver um grande amor, il faut além de fiel, ser bem conhecedor de arte culinária e de judô — para viver um grande amor.

Para viver um grande amor perfeito, não basta ser apenas bom sujeito; é preciso também ter muito peito — peito de remador. É preciso olhar sempre a bem-amada como a sua primeira namorada e sua viúva também, amortalhada no seu finado amor.

É muito necessário ter em vista um crédito de rosas no florista — muito mais, muito mais que na modista! — para aprazer ao grande amor. Pois do que o grande amor quer saber mesmo, é de amor, é de amor, de amor a esmo; depois, um tutuzinho com torresmo conta ponto a favor...

Conta ponto saber fazer coisinhas: ovos mexidos, camarões, sopinhas, molhos, strogonoffs — comidinhas para depois do amor. E o que há de melhor que ir pra cozinha e preparar com amor uma galinha com uma rica e gostosa farofinha, para o seu grande amor?

Para viver um grande amor é muito, muito importante viver sempre junto e até ser, se possível, um só defunto — pra não morrer de dor. É preciso um cuidado permanente não só com o corpo mas também com a mente, pois qualquer "baixo" seu, a amada sente — e esfria um pouco o amor. Há que ser bem cortês sem cortesia; doce e conciliador sem covardia; saber ganhar dinheiro com poesia — para viver um grande amor.

É preciso saber tomar uísque (com o mau bebedor nunca se arrisque!) e ser impermeável ao diz-que-diz-que — que não quer nada com o amor.

Mas tudo isso não adianta nada, se nesta selva oscura e desvairada não se souber achar a bem-amada — para viver um grande amor.

she


Ela

Ela
Pode ser o rosto que eu não posso esquecer.
Um traço de prazer ou arrependimento
Pode ser meu tesouro ou o preço que eu tenho que pagar.
Ela pode ser a música que o verão canta.
Pode ser o frio que o outono traz.
Pode ser cem coisas diferentes
Dentro da medida de um dia.

Ela
Pode ser a bela ou a fera.
Pode ser a fome ou o banquete.
Pode transformar cada dia em um paraíso ou em um inferno.
Ela pode ser o espelho dos meus sonhos.
Um sorriso refletido em um riacho
Ela pode não ser o que ela pode parecer
Dentro da sua casca

Ela, que sempre parece tão feliz no meio da multidão.
Cujos olhos podem ser tão secretos e tão orgulhosos
Ninguém pode vê-los quando eles choram.
Ela pode ser o amor, que não pode esperar para durar
Pode vir para a mim das sombras do passado.
Que eu vou me lembrar até o dia que eu morrer

Ela
Pode ser a razão pela qual sobrevivo
O porquê e o motivo de eu estar vivo
A única que que eu vou cuidar prontamente ao longo dos anos durante as adversidades.
Eu vou pegar as risadas e as lágrimas dela
E farei delas todas as minhas lembranças
Para onde ela for, eu tenho que estar
O sentido da minha vida é

Ela, ela, ela

talvez ela nao seja eu, acho que no fundo esse posto nunca será meu, sempre algo o prenderá e eu nao o culpo..
mas voce ainda sim nao tem o direito de me prender, de me iludir e me fazer acreditar em coisas que nao eram pra ser ditas ao pé do meu ouvido. acreditar em tudo que um dia saiu da sua boca em outra direção, em outro ouvido, e com outra intençao!
me perdoe meu amor, mas nao sei ate quando vou aguentar, ate quando a dor vai se calar..
quanto tempo ainda será que minhas lagrimas vao cair?
será que um dia toda a dor acabará com elas?
quem será ELA na sua vida?

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Não Creio Em Mais Nada


Não Creio Em Mais Nada

Paulo Sérgio

Não sei o que faço, a minha vida é uma luta sem fim,
Me sinto no espaço, o tempo todo a procura de mim,
Há dias na vida, que a gente pensa que não vai conseguir,
Que é bem melhor deixar de tudo e fugir
Que outro mundo tudo vai resolver.
Não sei o que faço, se volto agora ou continuo a seguir,
Eu sinto cansaço e já não sei se vale a pena insistir,
Há dias na vida que a gente pensa que não vai conseguir,
Que é bem melhor deixar de tudo e fugir,
Que outro mundo tudo vai resolver.
Não creio em mais nada, já me perdi na estrada,
Já não procuro carinho, me acostumei na caminhada sozinho,
A vida toda só pisei em espinho, ja descobri que o meu destino é sofrer.
Há dias na vida que a gente pensa que não vai conseguir,
Que é bem melhor deixar de tudo e fugir,
Que outro mundo tudo vai resolver.
Não creio em mais nada, já me perdi na estrada,
Já não procuro carinho, me acostumei na caminhada sozinho,
A vida toda só pisei em espinho, ja descobri que o meu destino é sofrer.
Não creio em mais nada, me acostumei na caminhada sozinho,
A vida toda só pisei em espinho, ja descobri que o meu destino é sofrer.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Perdão

tão fácil perdoar é?
ou mais fácil é pedir perdao?
fácil pedir perdao quando se tem certeza que está certo, porem errado
mas é tao errado quanto o que errou e sabe que o outro era quem estava certo, nem pensar em pedir perdao
pior ainda, é ser grosseiro quando se sabe que tambem errou e nem se quer pode ouvir o perdão do outro que mesmo sabendo ou pensando, ou achando, ou supondo ou se quer esperando nao ter errado, pedir perdao!

é simples pra uns, esperar que a poeira baixe,
ou deixar que o cheiro da urina se intensifique no tapete pra facilitar a limpeza no exato lugar no dia seguinte..

mas ha os que acham que o cheiro da urina,
 pode infestiar a sala inteira,
e dificultar ainda mais a limpeza no dia seguinte..

tal como no amor, uma gota de grosseria vira tempestade de mals tratos e brigas
uma gota de urina incendia uma casa inteira!

nao deixando pro amanha o que se pode resolver hoje,
um coração que ama sempre passa por cima do orgulho pra dizer algo que reconcilie
e se nao vai dizer..
ao menos ouvir algo que aquete,
acalme e deixe com que feche os olhos para dormir nessa noite de tanto sofrimento e angustia

ha os que nao amam também..
ou se enganam sobre o amor, talvez ao tentar  descobri-lo tanto..
esses sao os que mais machucam,
mais magoam e podem ate fazê-lo pensar que é ele quem foi magoado,
 por orgulho, por medo ou sabe-se la porque, esse hoje, quer que a casa seja enfestiada!



sou

sou apaixonada pela solidão
é incrível como ela chama, pulsa e atrai 
como uma bela rosa vermelha gotejada pelo orvalho 
que teimosamente molha tudo 
ao acordar de uma bela manhã!

ser livre, ser intenso, e ser sozinho é algo inevitavelmente bom!
imagine-se preso a algo ou alguém?
pense na liberdade que te ronda?
ir e vir, sabendo das consequências e não deixando de ir e vir por elas!


quero ouvir um assobio
nao! quero assobiar.
quero gritar.. cantar.. saborear

hoje vou ler..
nao, 
quero olhar os passaros voando abaixo de um  ceu azul
 e acima da copa das árvores 
que eu, olhando aqui debaixo, 
deitada por cima de suas raízes duras,
 crespas e sem pesar
esticando os meus pés, 
quase plantando bananeira mais pareçam um tapete..

um tapete daqueles que sonhamos tanto em ter em casa
aqueles macios sabe?
que logo imaginamos com um 
cheirinho bom de rosa vermelha gotejada

porém.. depois de tanto esforço, 
economias e quereres, quando conseguimos
adquirir nosso tapete de copa de árvore,
 com os passaros por cima e abaixo de um céu limpo e azul
percebemos o quão é dificil mantê-lo com cheiro de rosa molhada!

nao é molesa cuidar de um tapete macio, fofo e peludo..

tal como no amor..
haverão momentos em que vamos brigar com a marido pra ver quem vai lavar o tapete dessa vez..

quem vai perfumar, e em cima de quem a culpa da porta da sala ter ficado aberta para que o totó fofinho e xodó da casa, entrasse enfim e urinasse no seu tapete de copas.

( oooooooooh que pena!    e ainda com aromas de rosas? oh nao Deus )


e ai? depois da briga, quem é que deixou a porta aberta? 
a porta da decepção de se perder o cheirinho bom de rosas
ou simplismente trocá-lo pelo odor de uma briga, que acabara de surgir por culpa do xixi?


que vai assumir?
aquele que ama mais?
aquele que dedica mais?

terá alguem de assumir a culpa para que tudo entre nos conformes,
 o tapete seja limpo, novamente aromatizado e pronto pra que façam amor ali em cima?

e será mesmoo que quem pede desculpas primeiro quer ver realmente a paz?
será que nao é pra nao  deixar algo no ar?
dormir essa noite com o cheiro de xixi na sala, pra no outro dia no claro, ver melhor onde o xixi foi derramado pra nao errar onde limpar?
e entao, o que faremos?

Me trai comigo

http://www.youtube.com/watch?v=7EVj8zsdo30




Tá tentando me dizer, vem e diz
eu já sei,
Tá querendo me enganar, vai e faz
nem vou ver
tenho é pena quando sai triste assim, sem prazer
Tô pensando em te ajudar
hoje vai, você vai ver
Mas se você falhar, volta pra casa
já tanto faz
Vai me ver sorrindo
pra te enfeitar
e me trai comigo
e descanse em paz
e não bote a culpa em mim,
tenha dó, faz o seu
não desista agora não
fica em pé, você vai mal
o teu charme era fatal
ou talvez só pra mim?
tô pensando em te ensinar
vai por mim, você vai bem
E se nada funcionar
volta pra casa
ja tanto faz
vai me ver sorrindo
pra te estancar
e me trai comigo
e me deixa em paz
Fingir pra mim
que eu gosto mais
E todos vão falar
Dar nomes pra mim
Votar minha fé
Que eu sou o teu quintal
Se alguém vier falar
Não brigue por mim
Só diga que sou
Um problema seu